domingo, 16 de novembro de 2008

poetisa

poetisas são assim....
uma faz rima pra mim

poetisas nos arrastam pelo coração
escrevem em nós
como fosse invisível mão

uma poetisa me leva
por caminhos que nunca percorri
me toma e não sossega
invade meus versos
invade minha rua
e meu mundo fica assim

múltiplas presenças numa só fada
minha poetisa.... minha mulher... minha amada

(paulo moreira)

3 comentários:

Etelvina de Oliveira disse...

Oi, Paulo

Que lindos versos.

Parabéns!

abraço

HELENA MARINA disse...

Paulo,

muito lindo e combinou a música!

Bjos Suaves♥ da sempre,

Lê♥

Sônia disse...

oiee Paulo eu disse que viria....e vim logo no espaço das poesias...adoro isso!!!!!
E vou deixar uma coisinha p/ vc....

Eis o que sou....

Uma camada fina de pele morena....
Um coração alegre....um rosto feliz.....
Ainda tem juventude-riso.....
Amor-manhã...mulher-flor.....flor que agora vive.....pura de espírito...leve no odor.....
Sou sim juventude-riso....Pois tenho um rosto feliz.....e um coração alegre.....
Eu amo......eu sorrio.....
Mas também choro.........lágrimas quentes, imensas....
Que vão para o coração alegre...sob meu rosto feliz....
Sou amor....manhã, pois meu espírito agora despertou para o amor.....
Para esse que de graça....para esse que de ternura....para esse que de amargura....
Pois amor é sofrimento, é alegria, é saudade, é loucura....
E ao mesmo tempo é tudo que há de bom....
É a juventude-riso que desperta no amor-manhã......
Sou mulher-flor, pois com o amor uma flor brotou em mim......
É a flor do meu ser.....é a minha flor que se faz botão....
É o perfume que extasia.....é a pureza que encanta......
Essa flor que ninguém conhecia .....nem mesmo eu....
Pois na menina todo esse tempo ela se escondia......
E eu, no meu sorriso, nas minhas lágrimas, no meu amor com minha flor....
Guardo no coração alegre essa flor.....uma flor selvagem...
Que é um botão desconhecido....
Que é enfim...isso.....tudo aquilo que eu sou.......
Sônia (Nâna)