quinta-feira, 31 de janeiro de 2008

Flor


Quis um verso bem pequeno

simples como uma flor

que depois do orvalho e sereno

tal qual lágrimas de dor

Agradece ao sol num aceno

explodindo pétalas de amor


Paulo Moreira (numa esquina)

6 comentários:

Anônimo disse...

"Hoje é dia da Saudade "


Saudade é tristeza pelas coisas que amamos e que perdemos.
Não é o desejo de voltar ao passado, pois isto não é possível.
Saudade é sentir que algo nos foi arrancado.
Na saudade é como se fôssemos náufragos numa praia,
ajuntando pedaços de um naufrágio.
Na saudade saímos dos muitos pequenos desejos que moram
nos caminhos do vale, e nos descobrimos frente a um grande desejo,
que é a nossa verdade.

Na saudade descobrimos que pedaços de nós já ficaram para trás.
E descobrimos, na saudade, uma coisa estranha: desejamos encontrar
no futuro, aquilo que já experimentamos como alegria, no passado.

do livro: A planície e o abismo
editora: Paulus

beijos

água cristalina disse...

Olá
Ouvindo essa musica, emocionada aqui, pena não saber descrever em letrinhas tudo que sinto qdo abro esta pagina tão linda.
Que Deus ti ilumine e que sempre nos delicie com msgs tão lindas.
Beijos

Corações & Segredos disse...

Ao som dessa melodia, te ofereço uma singela flor!!
Beijinhos!!!
Mais beijinhos.....

flor disse...

É uma delicia saber que essa pequena poesia foi um presente, ficou linda com essa flor e essa melodia....Beijos no seu coração menino poeta.
flor
(Amor aos Pedaços)

Pati disse...

Esse teu poeminha aí ficou lindinho,combina com a flor...rsss
Beijos,guri.

Anônimo disse...

Eu nada sei!

Não sei escrever tudo o que sinto, mas sei sentir
e com um amor imenso cada pedacinho da vida.
Não sei amar de morrer porque para mim amar é viver.
Não sei sonhar todos os meus sonhos,
só sei sonhar o que o meu coração pede.
Não sei dar tudo de mim, mas me esforço para dar o que posso.
Não sei quase nada da vida, mas sei que é bom existir.
Tudo o que eu sei é que a vida é linda e que enquanto houver
um amigo especial como você.

Beijos